Artigos

7 ANOS COM POUCAS MUDANÇAS APÓS INCÊNDIO DA BOATE KISS

7 ANOS DA BOATE KISS E, AINDA, EMPRESAS DESCUMPREM REGRAS DO INMETRO, CDC, DECRETO DO CORPO DE BOMBEIROS E NORMAS DA ABNT

 

Apesar de todos os esforços de especialistas dedicados, ainda existem empresas que ofertam para o mercado nacional “PRODUTOS NÃO CERTIFICADOS DE PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO”.

 

Empresas MENTEM afirmando que possuem certificação ISO 9001 como se a tal ISO 9001 fosse a CERTIFICAÇÃO necessária e exigida para os produtos se proteção contra incêndio, conforme regras do INMETRO, “CDC – Código de Defesa do Consumidor”, Decreto Estadual do Corpo de Bombeiros de São Paulo e normas da ABNT.

Essas empresas continuam enganando os órgãos públicos e entidades de classe, tais como: CREA e CAU.

A Boate Kiss não seria um “fatídico case mundial”, que completa 7 anos com mais de 240 mortes, se produtos certificados tivesses sido utilizados no forro da Boate. A utilização de produto NÃO certificado resultou na grande velocidade de espalhamento do incêndio e sua grande densidade de fumaça, impedindo a visualização das rotas de fuga e matando os jovens por inalação de produtos altamente tóxicos.

A não utilização de produtos CERTIFICADOS, é um atestado do Brasil para o mundo, do descumprimento e desrespeito à Lei e normas.

Empresas sem “compliance e sem ética” tentam a todo custo desmerecer e atacar quem defende a CERTIFICAÇÃO DE PRODUTOS DE PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO alegando, de maneira mentirosa, que a CERTIFICAÇÃO exigida por todas as legislações citadas pode ser atendida se a empresa possui ISO 9001 ou se a empresa simplesmente alegar que atende determinada norma da ABNT.

Essas empresas desrespeitam e enganam o consumidor brasileiro quando realizam tais ações em seus sites e seus documentos de divulgação, confundindo o consumidor.

Atualmente, empresas que desrespeitam a LEI, até elegem o consumidor como seu CERTIFICADOR!! Um absurdo completo!! Existem empresas que afirmam em seus sites que se o consumidor seguir determinado “check-list” estará certificando o produto adquirido.

Muita maldade!!??!!

 

Caro Consumidor, não aceite produtos que não sejam certificados por uma “OCP-ORGANISMO DE CERTIFICAÇÃO DE PRODUTOS” em suas edificações. Não aceite que profissionais assinem suas Anotações de Responsabilidade sem que seja informado nesses documentos o número da certificação, bem como qual foi o “OCP” que certificou o produto que está adquirindo, de acordo com critérios do INMETRO. Para checar se o produto realmente foi certificado por aquela OCP basta acessar o site do INMETRO.

 

Outro fato é que NÃO EXISTE CERTIFICAÇÃO POR “AUTO DECLARAÇÃO”, ou seja, declaração simplória da empresa que está fornecendo o produto. Tal declaração não é reconhecida no Brasil e deve ser entendida como “la garantia soi yo”. São puras ações de marketing.

 

Fica a pergunta para o consumidor:

“- qual o motivo dessas empresas lutarem tanto contra a CERTIFICAÇÃO de seus produtos de proteção contra incêndio no Brasil??”

“-Seria o pavor de ter que entrar em concorrência LEAL com empresas que possuem compliance e produtos CERTIFICADOS ? ”

“-Medo de que seus produtos não atendam aos requisitos e performance das normas da ABNT ?”

FICA A PERGUNTA E A DECISÃO PARA VOCÊS CONSUMIDORES !!

Minha orientação é a seguinte:

1-Se você deseja atender as normas da ABNT adquiram produtos certificados sempre, pois existem e são fornecidos por empresas respeitadas no mercado nacional e mundial.

2-Se você deseja correr o risco de adquirir produtos confiando no lema “la garantia soi yo”: Boa sorte! Depois não reclame se a seguradora não pagar por seus danos e prejuízos !

Por fim, tais empresas sem ética e compliance ainda tem a petulância de afirmar que não existem laboratórios credenciados pelo INMETRO.  Para quem tem dúvidas basta acessar o site do próprio INMETRO e verificar as OCP para produtos de incêndio.

Nesses 7 anos após o incêndio da Boate Kiss o que aumentou foi nossa resiliência.

 

Compartilhar:

Deixe seu comentário